No Mural

Mais da metade da população mundial não tem acesso a saneamento básico, diz ONU

Cerca de 4,5 bilhões de pessoas no mundo – bem mais da metade da população global atual de 7,6 bilhões de habitantes – não têm acesso a saneamento básico seguro, segundo relatório recente divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef)

Associados em destaque

Rumo à universalização do esgotamento sanitário de Niterói

A Águas de Niterói, em parceria com a Prefeitura de Niterói, dará início, em outubro, à construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Sapê. Com previsão de conclusão para o fim de 2018, a unidade será a nona da cidade, terá capacidade para tratar 63 litros por segundo e atenderá até 30 mil pessoas nos bairros Sapê, Ititioca, Santa Bárbara e Caramujo.

Opinião

Privatização versus municipalização: essa não é a questão

Muito se tem falado sobre a privatização dos serviços de saneamento no Brasil como sendo um modelo inverso de gestão adotado por outros casos no mundo.

O desafio da escassez de água

Com 8,5 milhões de Km2 e suas diferenças regionais, o Brasil é sem dúvidas um desafio permanente agravado à medida que crises morais – ou quem sabe imorais – como a do momento, tornam difícil a solução de problemas que dependem de Governos e políticos