2º Prêmio Sustentabilidade escolhe os melhores projetos das concessionárias privadas de saneamento

Postado em 11/ago/2017

O SINDCON (Sindicato Nacional das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto) realizou na noite de ontem (10.08) a entrega do 2º Prêmio Sustentabilidade, dedicado às concessionárias privadas de saneamento, em cerimônia ocorrida no Museu da Casa Brasileira, em São Paulo. Na categoria Institucional, o projeto vencedor foi o programa Olhar Ambiental, do grupo Águas do Brasil, que reúne várias ferramentas para a sistematização e gerenciamento das ações de educação ambiental desenvolvidas pela companhia, detentora de concessões em diversos estados do país. Em segundo lugar ficou a iniciativa Água Solidária, da concessionária Águas Guariroba, de Campo Grande (MS), que também levou o prêmio de terceiro lugar, por seu projeto Integração Empresa Universidade para Inovação no Saneamento. Na categoria Gestão, o primeiro colocado foi o programa Reúso de Efluente Sanitário Tratado na Manutenção de Rede Coletora de Esgoto,...

Leia mais

CAB Ambiental vira Iguá Saneamento

Postado em 25/jul/2017

A Iguá Saneamento, empresa que nasce da reestruturação da CAB Ambiental com dívida renovada e novo controlador, já planeja investir R$ 2,3 bilhões nas concessões existentes nos próximos sete anos, sendo que uma parte relevante será destinada à concessão de Cuiabá, seu maior ativo. O que garante a realização desse plano é o fechamento, anunciado ontem, do acordo de investimento assinado no fim do ano passado. “A grande mudança é que a companhia volta a acessar o crédito”, disse o presidente da agora Iguá, Otávio Silveira. A mudança de nome coroa a aquisição da empresa pela IG4 Capital, gestora formada por Paulo Mattos, que assume a presidência do conselho da Iguá. “O mercado de saneamento em infraestrutura é a bola da vez”, diz Mattos, que ainda aponta uma mudança no olhar do investimento: “Quando o controlador é uma construtora...

Leia mais

Governo anuncia medidas para aumentar investimentos em infraestrutura

Postado em 14/jul/2017

O governo federal anunciou hoje (12) medidas que preveem investimentos em infraestrutura nos estados e municípios. Foi assinada uma medida provisória que institui um fundo para desenvolver estudos para viabilizar concessões e Parcerias Público-Privadas (PPPs) na área de infraestrutura nos estados e municípios. Segundo o Ministério do Planejamento, o objetivo é melhorar a qualidade dos serviços prestados à população, como iluminação pública, saneamento e gestão de resíduos sólidos. Além disso, as PPPs municipais poderão contar com garantias oferecidas pelo Fundo Garantidor de Infraestrutura (FGIE). Anteriormente, apenas as firmadas pela União e pelos estados contavam com esse tipo de garantia. “A medida implicará diretamente na segurança dos parceiros privados ao firmarem contratos com o poder público municipal, atraindo novos investidores”, diz o ministério. A previsão do governo é de aportar R$ 180 milhões no fundo até 2019 e estimular cerca...

Leia mais

Prêmio Sustentabilidade escolhe seus finalistas

Postado em 11/jul/2017

Cerimônia de premiação aos vencedores acontece no dia 10 de agosto, no Museu da Casa Brasileira, em São Paulo O SINDCON (Sindicato Nacional das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto) divulgou os finalistas do 2º Prêmio Sustentabilidade, que será entregue no dia 10 de agosto, no Museu da Casa Brasileira, em São Paulo, em três categorias: Institucional, Gestão e Técnica. Em cada uma delas, serão conferidos prêmios no valor líquido de R$ 15 mil, R$ 6 mil e R$ 3 mil, respectivamente, para os primeiros, segundos e terceiros lugares. Um total de 61 trabalhos foram inscritos no Prêmio Sustentabilidade deste ano, nas três diferentes categorias. O Prêmio Sustentabilidade 2017 tem como objetivo reconhecer os melhores projetos e iniciativas promovidas pelas concessionárias privadas de saneamento, que privilegiam ou buscam promover práticas de sustentabilidade. Tema transversal às organizações,...

Leia mais

Regulação ainda é desafio para setor de saneamento

Postado em 11/jul/2017

Uma década depois da criação de um arcabouço legal, o setor de saneamento gira em torno de um mesmo “desafio”: a falta de um ambiente de investimentos com segurança jurídica e estabilidade regulatória. Além da necessidade de recursos financeiros, a área esbarra na titularidade municipal da prestação do serviço e na falta de capacidade técnica em diversas regiões do país para colocar projetos de qualidade de pé. Prova disso é que anualmente sobram recursos do FGTS, geridos pela Caixa Econômica Federal, voltados para saneamento. Existem, é claro, diversos fatores que explicam esse comportamento, como a falta de capacidade para ampliar a dívida das grandes estatais e a crise que abateu as companhias privadas, cujos acionistas foram envolvidos no escândalo da Lava-Jato. Assim, municípios menores não conseguem nem dar conta da prestação do serviço, nem de estruturar projetos que atraiam...

Leia mais

Brasil tem baixa efetividade de investimentos no saneamento, diz FGV

Postado em 30/jun/2017

Estudo do Centro de Estudos em Regulação e Infraestrutura da Fundação Getulio Vargas (Ceri-FGV) constata que o país apresenta baixa efetividade na condução dos investimentos em saneamento básico. No documento “Efetividade dos Investimentos em Saneamento no Brasil”, foram analisados 851 contratos de financiamentos da Caixa com empresas públicas e privadas de saneamento exclusivamente para obras de expansão do setor assinados entre 2007 e 2015, que totalizam R$ 28,6 bilhões. Um dos principais resultados do levantamento mostra que 561 obras não foram concluídas, sendo que 398 (47%) estão em situação inadequada, conforme critério de avaliação da Caixa. Outras 163 obras têm status normal. As obras com problemas totalizam R$ 17,5 bilhões, mais de 60% do montante dos...

Leia mais