Biblioteca

  • ATLAS ESGOTOS – Despoluição de Bacias Hidrográficas
    Para evitar riscos ao ecossistema e à saúde da população brasileira que sofre com a falta de tratamento de esgotos adequado, foi realizado um estudo que apresenta o cenário atual, analisa dados e propõe ações e uma estratégia para investimentos em esgotamento sanitário com o horizonte de 2035.
  • Estrategia de enfrentamento da crise hidrica na Região Metropolitana de São Paulo
    É natural que neste momento de extrema preocupação com as conseqüências da falta de água potável para 21 milhões de habitantes em perspectiva de pavor, por um lado diante da impossibilidade de realização de obras de curto prazo e, por outro, pelas incertezas quanto ao re-enchimento tempestivo de nossos reservatórios por meio de adequada precipitação pluviométrica, que todos, inclusive os dúbios governantes, se proponham a apresentar propostas de solução para o problema.
  • Ociosidade das Redes de Esgotamento Sanitário no Brasil
    O presente estudo, realizado pelo Instituto Trata Brasil em parceria com a Reinfra Consultoria e com apoio institucional da Coordenadoria de Saneamento da Ordem de Advogados do Brasil − OAB, tem como objetivo principal determinar a quantidade de ligações e economias de esgoto ociosas no País, ou seja, o número de usuários que tem rede de esgotamento sanitário à disposição, mas não se interligam aos serviços existentes, com foco nos 100 maiores municípios do Brasil, além de identificar suas causas, consequências e propor soluções para redução do nível de ociosidade das redes de esgotamento sanitário.
  • CNRH – Conjunto de Normas Legais
    As normas aqui apresentadas buscam preencher lacunas da legislação e regulamentar situações que transcendem os limites de bacias e estados, de forma equilibrada e consensual. São resultado de um processo democrático deliberativo e representam um importante avanço para a gestão dos recursos hídricos no Brasil.
  • IBGE – Atlas de Saneamento 2011
    A publicação do Atlas de saneamento 2011 marca o compromisso do Instituto Brasileiro de Geografi a e Estatística – IBGE em fornecer informação atualizada sobre um tema crucial da agenda da saúde pública, da sustentabilidade e da própria cidadania na sociedade brasileira.
  • ABAR – Regulação e Controle Social
    O livro constitui referência indispensável à formação do pensamento contemporâneo sobre regulação dos serviços públicos no Brasil e mostra, com realismo, as potencialidades e limitações da participação e do controle social na ação reguladora.
  • IBGE – PNSB 2008
    O IBGE, reconhecendo a importância da oferta de serviços de saneamento básico para a melhoria das condições de vida da população brasileira, realizou, em convênio com o Ministério das Cidades, no segundo semestre de 2008, uma nova edição da Pesquisa Nacional de Saneamento Básico – PNSB, com o objetivo de avaliar os serviços de abastecimento de água, esgotamento sanitário, manejo de águas pluviais e manejo de resíduos sólidos prestados à população pelas entidades que atuam no setor.