ÁREA DO ASSOCIADO

  • Login
  • Perdas em áreas de alta vulnerabilidade – práticas e experiências

    Objetivo

    Apresentar aos prestadores de serviços uma metodologia de trabalho para atuação em áreas vulneráveis. O profundo conhecimento e a compreensão da realidade destes consumidores possibilitarão às concessionárias, a minimização da redundância dos investimentos, a redução das perdas, o ingresso de novos faturamentos, além de melhorar a imagem da concessionária nas comunidades em que atuam.

    A quem se destina

    Profissionais das áreas comercial, relações institucionais, gestão de contratos, comunicação corporativa e jurídica. O curso será composto por quatro módulos, com uma hora aula cada um. Partira-se de uma parte teórica em cada aula, ministrada de forma compreensível para quem não é da área jurídica e depois serão abordados casos práticos do dia a dia das Concessionárias.

    Programação

    Módulo 1 – 12 de novembro

    Porque atuar em áreas de alta vulnerabilidade: a importância da universalização do saneamento sob os pontos de vista de saúde e política pública, considerando benefícios em empregabilidade, valorização das áreas, educação entre outros. Uma visão global dos benefícios do saneamento para o cliente. Neste tema também serão apresentados os benefícios da atuação em áreas de vulnerabilidade social para a concessionária –ingresso de novo faturamento, minimização de redundância de investimentos, redução de perdas, aumento da arrecadação, etc.

     

    Qualificando o investimento realizado: ao atuar em áreas de alta vulnerabilidade podem ser realizadas obras cujo retorno social é menor ou igual ao investimento realizado, ou durante o processo das obras, pode-se otimizar as ações ao ponto de ampliar o resultado social sem ampliar o valor do investimento financeiro. Neste módulo apresentaremos exemplos de atuação em que cada dólar investido apresentou resultados superiores, ampliando o potencial do investimento, melhorando a imagem da concessionária e apoiando a mobilidade social da área.

     

    Estrutura de relacionamento com os diferentes públicos e perfis: a segmentação dos públicos presentes na comunidade por meio de um diagnóstico bem estruturado agiliza o trabalho técnico, proporciona melhores resultados comerciais, apoia a sustentabilidade dos projetos de redução de perdas e amplia as oportunidades de relacionamento com os públicos. Neste módulo apresentaremos itens de diagnóstico das áreas antes do início das obras que não podem faltar, estratégias de atuação com cada perfil de público e análise metodológica do processo de redução de perdas completo.

     

    Módulo 2 – 13 de novembro

    Encadeamento metodológico das ações:

     

    1. Conhecer: conhecer os públicos e o local, utilizar o diagnóstico para mapear as necessidades técnicas e sociais do projeto, estabelecer estratégias de negociação entre outros.

     

    2. Praticar: iniciar o projeto técnico de obras e apresentação aos moradores, analisar os resultados de campo, acompanhar o processo de redução de perdas, estrutura tecnológica necessária e formação de equipes, entre outros.

     

    3. Transferir: após as obras realizadas, como apoiar os moradores no recebimento e pagamento das contas, acompanhamento de uso, como realizar cortes sem prejudicar a imagem da companhia no local, entre outros.

     

    4. Transformar: construir a coparticipação do morador no processo de transformar o consumidor em cliente e manter a sustentabilidade do investimento em redução de perdas, implantar formas de acompanhamento do consumo, apoiar a compreensão de direitos e deveres entre outros.

     

    5. Reforçar: nesta etapa inicia-se o final do processo de contrato de performance, quando a prestadora de serviço entrega à concessionária a área regularizada e com arrecadação equilibrada, inicia-se o fechamento da estratégia operacional e a apresentação final do sistema de prestação de serviços com envolvimento total das equipes da concessionária (obs: em um contrato de performance a prestadora de serviços é 100% responsável pelos resultados de perdas e arrecadação pós obra por um período que pode variar de 12 a 24 meses).

     

    6. Despertar: fechamento dos resultados globais do contrato e entrega do mesmo à concessionária.

    LOCAL: Online (Plataforma Eventials)
    CARGA HORÁRIA: 4h
    PÚBLICO: Associados e não associados
    VALOR: Gratuito Associados Sindcon
    R$150,00 Associados Abcon
    R$300,00 Não Associados
    CERTIFICADO: SIM

    Inscrições Encerradas!

    Palestrantes

    Juliana Almeida Dutra

    Graduada em Comunicação Social pela UNESP; especializada em Gestão e Marketing pela FGV, IMI e ESPM; MBA em Pesquisa de Mercado, Mídia e Opinião pela ESPM; especialização em Sociologia das Emoções do Trabalho - USP; Storytelling e Transmídia - ESPM; Inovação (ambiente, pessoas e processos) - IEC e Gestão do Relacionamento e Estratégia - Kellogg USA. Coach formada e pós graduada pelo ICI, “Integrated Coaching Institute e Escola Politécnica de Jyväskylä/Team Academy” - Finlândia. Desde 1999, atuação simultânea nas áreas de Estratégia e Relacionamento com Clientes em empresas de grande e médio porte, nos segmentos financeiro, serviços, utilities e tecnologia. Em 2008 passou a coordenar projetos ligados a políticas públicas de sustentabilidade, educação, saúde, energia elétrica e saneamento. Mediadora em programas de desenvolvimento humano e palestrante nas áreas de Estratégia e Inovação; Gestão da Informação; Gestão de Projetos Sociais; Metodologias Inovadoras em Educação e Gestão de Clientes.

    Translate »