ÁREA DO ASSOCIADO

  • Login
  • GESTÃO DA RESPONSABILIDADE SOCIAL E SUSTENTABILIDADE: CONCEITOS E PRÁTICAS

    Objetivo

    Apresentar os principais conceitos e ferramentas para a inserção da sustentabilidade na estratégia e nas relações das empresas de saneamento. Espera-se que com apoio desta abordagem as empresas sejam capazes de identificar, organizar e implementar as ações necessárias para tornar as empresas cada vez mais sustentáveis, tendo em vista o desdobramento das mesmas na cadeia de valor e no diálogo com os stakeholders.

    A quem se destina

    Profissionais das áreas técnicas de meio ambiente, de segurança do trabalho, da operação, engenharia, gestão de contratos, sustentabilidade, recursos humanos, assim como, das áreas de comunicação corporativa, relação com investidores e jurídico.

    Programação

    23/10

    Nesta primeira parte do dia iremos entender a nossa atual percepção de sucesso nos negócios, o necessário período de transição para a sustentabilidade e, de forma participativa, a estruturação de organizações socialmente responsáveis e sustentáveis a partir dos sete princípios da NBR ABNT ISO 26000, a norma mundial de responsabilidade social.

     

    08h30 – Welcome Coffee

    09h00 – Abertura

    Introdução: Breve Histórico da Administração, “Teoria dos Stakeholders”, Monoculturas da Mente, Transição para a Sustentabilidade

    Sete Princípios da NBR ABNT ISO 26000 – Norma Internacional de Responsabilidade Social

    1. Comportamento Ético: Ética, Moral, Legal, Ética como um Conjunto de Valores, Códigos de Ética, Ética como um Campo de Forças

    2. Respeito pelos Interesses das Partes Interessadas: O que são Stakeholders, Teoria dos Stakeholders, Identificação, Priorização e Engajamento de Stakeholders, Dinâmica do Olhar Ampliado.

    3. Transparência: O que é Transparência, “Mundo CNN”, Transparência Ativa x Forçada, Redes Sociais

     

    13h00 às 14h00 – Almoço

     

    À tarde continuaremos a expansão do olhar para a estruturação de novos negócios que incorporam o pensamento e as práticas voltadas para a promoção da responsabilidade social e da sustentabilidade e ao final do dia iremos conhecer as principais definições de responsabilidade social e os seus quatro pilares de sustentação.

     

    4. Accountability: Due Diligence, “Dar Conta do que é da sua Conta”, Cadeia de Valor, Licença Social

    5. Respeito aos Direitos Humanos: DDHH, Diversidade, Dinâmica de Priorização dos Direitos Humanos (inclui o direito ao saneamento)

    6. Respeito ao Estado de Direito: Compliance, Hierarquia Legal, Instrução Normativa do INMETRO

    “Pontos quentes” – Áreas irregulares, Corrupção no poder público, Usuários que não se ligam à rede

    7. Normas Internacionais de Comportamento: OCDE para Multinacionais, Salvaguardas Internacionais, Convenções e Recomendações da OIT

    Definição do termo “Responsabilidade Social” e seus Quatro Pilares

     

    18h00 – Encerramento

     

    24/10

    No segundo dia iremos entender a íntima relação entre responsabilidade social e sustentabilidade, compreenderemos o novo cenário de negócios que surge, a ampliação do termo “qualidade”, a necessidade do “saber dialogar” e os desafios para implementação de negócios socialmente responsáveis e voltados para a promoção da sustentabilidade.

     

    08h30 às 09h, Welcome Coffee

     

    Responsabilidade Social x Sustentabilidade

     

    Novo Cenário dos Negócios, do Bottom Line ao Triple Bottom Line

     

    Desafios da Sustentabilidade e o “Recall” do Triple Bottom Line

     

    Qualidade nos Produtos e Serviços & Qualidade nos Relacionamentos

    Quem é o cliente do saneamento?

    Entregar um produto fundamental como o “saneamento” basta?

    O que é entregar um produto de forma socialmente responsável e sustentável?

     

    Relacionamentos a partir do Diálogo, Dinâmica “Saber Dialogar”

     

    Iniciativas e Ferramentas para a Promoção do Diálogo

     

    12h00 às 13H00 – Almoço

     

    Na parte final do nosso curso iremos conhecer os sete temas centrais para a operação de negócios responsáveis e sustentáveis, de acordo com a NBR ABNT ISO 26000, a norma mundial de responsabilidade social, as principais ferramentas mundiais de adesão e monitoramento de ações e elaboraremos de maneira prática uma autoavaliação, visando a estruturação de um plano de ação.

     

    07 Temas Centrais da NBR ABNT ISO 26000 – Norma Internacional de Responsabilidade Social: Governança, Direitos Humanos na Prática, Práticas de Trabalho, Meio Ambiente, Práticas Leais de Operação, Questões Relativas ao Consumidor, Envolvimento e Desenvolvimento da Comunidade

     

    Exemplos de cases de associados em relação aos temas (apresentados pelos participantes)

     

    Ferramentas de Adesão e Monitoramento

     

    Ferramentas baseadas em Princípios: Pacto Global, ODS

    Ferramentas baseadas em Processos – Normas ISO e SA 8000

    Ferramentas baseadas em Desempenho: Indicadores Ethos, CDP, GRI, IFC

    Dinâmica: Indicadores Ethos versão 2018 – Preenchimento dos Indicadores 1 e 2

    Autodiagnóstico e Proposta de Plano de Ação – por onde começar?

     

    17H30 – Encerramento

    DATA: 23 e 24 de outubro
    FORMATO: presencial
    VAGAS: LIMITADAS
    HORÁRIO: 8h30 às 18h
    LOCAL: Escola Integração – R. Manuel Guedes, 504, Itaim Bibi. São Paulo
    CARGA HORÁRIA: 16h
    PÚBLICO: Associados e não associados
    VALOR: Gratuito Associados Sindcon
    Gratuito Associados Abcon
    R$1200,00 Não Associados
    CERTIFICADO: SIM

    Inscrições Encerradas!

    Palestrantes

    CID ALLEDI

    Doutor em Engenharia Civil (UFF), Mestre em Sistemas de Gestão (UFF) e Administrador de Empresas (UFRJ).Professor de disciplinas ligadas à ética nos negócios, engajamento de stakeholders, responsabilidade social e sustentabilidade na UFF,UFRJ, UFRRJ, UVA, UNICAMP, UniEthos, IBMEC e Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis, dentre outras organizações. Coautor dos livros "Introdução à Engenharia de Produção" (ABEPRO/Elsevier, 2008 - Prêmio Jabuti 2008 como Melhor Livro de Ciências Exatas, Tecnologia e Informática); "Transparência nos Negócios e nas Organizações: os desafios de uma gestão para a sustentabilidade" (Atlas, 2009); "Responsabilidade Social - Construindo o Caminho para a Sustentabilidade nas Organizações" (Atlas,2012) e "Cuidado e Sustentabilidade" (Atlas, 2013) e Coorganizador dos livros “Responsabilidade Social Organizacional: modelos, experiências e inovações” (Benício Biz, 2014) e “Transformação Organizacional para a Sustentabilidade: desenvolvendo um sistema de gestão de responsabilidade social” (Benício Biz,2015). Também atuou como membro do grupo de trabalho ABNT-ISO de responsabilidade social, responsável pela construção das normas NBR 16001 e ISO26000, categoria apoio SSRO (Academia, Acreditadores, Consultores e outros) e é sócio da Núcleo Ético, consultoria organizacional especializada na promoção de temas relacionados ao diálogo, ética, transparência, responsabilidade social e sustentabilidade.

    DILMA PIMENTEL

    Doutora em Engenharia Civil (UFF), Mestre em Sistemas de Gestão (UFF) e Especialista em Gestão Sustentável pela UFF, Gestão Estratégica pela GRIFO e Educação pela PUC; Bióloga pela Univ. Santa Úrsula (USU). Professora de disciplinas ligadas à ética nos negócios, governança corporativa, responsabilidade social e sustentabilidade na UFF,UFRJ, UNICAMP, IBMEC, dentre outras organizações. Coautora da cartilha “Compreendendo a Responsabilidade Social” (Ministério do Meio do Ambiente, 2016) e dos livros "Direito ao ambiente como direito à vida" (Editora Cortez, 2014), "Ações para a Qualidade: gestão estratégica e integrada para a melhoria dos processos na busca da qualidade e competitividade" (Editora Campus, 2014); e "Responsabilidade Social - Conceitos e Práticas” (Atlas, 2012). Atua como consultora e auditora em Sistemas de Gestão Integrado e é sócia da Otimiza, consultoria em gestão integrada (governança, qualidade, meio ambiente, saúde e segurança do trabalho e relacionamento comunitário)

    Translate »