SINDCON apresenta os desafios e oportunidades do saneamento durante a Pollutec Brasil

Postado em 3/abr/2017

A perspectiva de que o saneamento avance nos próximos anos com o estreitamento das parcerias público-privadas no setor é o tema da apresentação que o presidente do SINDCON (Sindicato Nacional das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos), Alexandre Ferreira Lopes, realizada no dia 5 de abril, às 14h, na mesa sobre Desafios e Oportunidades no Setor de Saneamento para Empresas Públicas e Privadas, no fórum “Cuidando do Futuro”, que a Pollutec Brasil promove em São Paulo. O debate terá ainda o presidente da ABES – Associação Brasileira de Engenharia Sanitária, Roberval Tavares de Souza. O objetivo do encontro é mostrar o potencial de projetos e investimentos do setor a partir de parcerias entre o poder público e empresas privadas. Durante a Pollutec Brasil, o SINDCON estará também na feira do evento, ao lado da ABES, divulgando suas iniciativas dedicadas à...

Leia mais

Dia Nacional da Falta de Tratamento de Esgoto

Postado em 22/mar/2017

* Alexandre Lopes Instituído pela ONU, o Dia Mundial da Água traz a cada ano, sempre em 22 de março, um princípio para reflexão sobre a preservação de nossos recursos hídricos. O tema oficial em 2017 é “wastewater”. Em português, esgoto. Nada mais oportuno que este assunto seja o foco das atenções no Brasil e no mundo. Segundo a página oficial do Dia Mundial da Água (www.worldwaterday.org), a maior parte do esgoto gerado, seja no âmbito doméstico, industrial ou agrícola, é descartado sem qualquer tratamento na natureza. No Brasil, de acordo com dados do último SNIS – Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento, metade da população brasileira continua sem acesso a sistemas de esgotamento sanitário, e apenas 42,67% do esgoto coletado é tratado. Isso significa bilhões de litros de esgoto despejados no meio ambiente, poluindo mananciais e representando uma...

Leia mais

A oportunidade da parceria para universalizar o saneamento

Postado em 30/nov/2016

Por Alexandre Lopes* Essencial para a saúde e de grande impacto sócio-econômico, o saneamento luta há décadas para se tornar uma prioridade no Brasil. Com o fim do antigo Planasa (Plano Nacional de Saneamento), em 1986, o país deixou de ter um projeto nacional para o setor. O resultado foi a estagnação de investimentos e a consequente manutenção de índices altamente insatisfatórios de cobertura em serviços de água de esgoto. Ainda hoje, há 34 milhões de pessoas sem água na torneira, e quase a metade da população não possui coleta de esgoto (o tratamento é ainda mais restrito: apenas um a cada três brasileiros contam com o serviço). A disposição do Governo Federal em capitanear recursos para o setor, por meio do Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República – PPI e do BNDES, surge como um...

Leia mais

TREVISAN E SINDCON LANÇAM MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE SERVIÇOS DE SANEAMENTO

Postado em 18/nov/2016

Qualificação inédita no país está com inscrições abertas e é dedicada a um mercado com grandes possibilidades de carreira A Trevisan Escola de Negócios e o SINDCON (Sindicato Nacional das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto) lançaram no dia 28 de outubro o primeiro MBA voltado para profissionais que querem se especializar na gestão de saneamento. O MBA em Gestão Estratégica de Serviços de Saneamento é dedicado a quem deseja atuar em um dos setores mais promissores da área de infraestrutura. Segundo o Plano Nacional de Saneamento Básico (Plansab), o Brasil precisa de R$ 304 bilhões de investimento para universalizar os serviços públicos de água e esgoto até 2033. De acordo com estudos do Instituto Trata Brasil, esses recursos podem gerar 11,9 milhões de empregos. O presidente do SINDCON, Alexandre Lopes, acredita que a demanda por...

Leia mais

As contribuições tecnológicas e de gestão da iniciativa privada ao saneamento

Postado em 27/out/2016

Setor de infraestrutura que menos alavancou investimentos nos últimos anos, o saneamento passou a atrair maior interesse de autoridades e da população em geral com o advento da crise hídrica. O colapso vivido pelo Brasil foi uma mostra do que pode vir a acontecer se o país continuar a ignorar os índices alarmantes dos serviços públicos nessa área. Cerca de 34 milhões de pessoas ainda não são atendidas pelo abastecimento de água e, no esgoto, a realidade é triste: quase a metade da população brasileira não possui serviço de coleta de esgoto, e apenas 40% do esgoto gerado é efetivamente tratado. A crise hídrica também evidenciou a necessidade de investirmos em tecnologia e gestão para promover o desenvolvimento econômico sem afetar os recursos hídricos. A iniciativa privada – presente hoje por meio de concessionárias em 316 municípios brasileiros, a...

Leia mais

SINDCON realiza curso inédito de Riscos em Empresas Prestadoras de Serviço de Água e Esgoto

Postado em 19/set/2016

Em parceria com o portal Saneamento Básico, o SINDCON (Sindicato Nacional das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto) realiza no dia 26 de outubro o curso inédito sobre Riscos em Empresas Prestadoras de Serviço de Água e Esgoto: investimentos e instrumentos de gestão, aberto a associados da entidade e demais interessados. O objetivo do curso é tratar o de forma transversal à organização, reforçando o cenário atual e futuro de mudança do clima e aumento de eventos extremos, bem como a ocorrência de acidentes ambientais. A necessidade de adaptação das empresas passa por novos modelos e ferramentas de gestão que reduzam a vulnerabilidade dos sistemas operacionais e aumentem a capacidade de resposta frente a ocorrências, além de garantir a sustentabilidade do negócio. O curso contará com especialistas de renome e abrangerá em seu programa o impacto...

Leia mais