Prolagos patrocina o livro “A Cultura da Pesca Artesanal, A Arte da Sobrevivência”

Postado em 21/jun/2017

Publicação traz texto de Francisco da Rocha Guimarães Neto, o Chico Pescador, fotos de Marê Moraes e faz um panorama sobre a Lagoa de Araruama São Pedro da Aldeia, 19.06.2017 – A vida da Lagoa de Araruama e a pesca artesanal praticada pelos pescadores de São Pedro da Aldeia estão documentadas no livro “A Cultura da Pesca Artesanal, a Arte da Sobrevivência”. Patrocinada pela Prolagos, empresa do grupo Aegea Saneamento, a publicação documenta a história da laguna com texto de Francisco da Rocha Guimarães Neto, o Chico Pescador, e fotos de Marê Moraes. O livro é uma realização da Associação de Pescadores Artesanais e Amigos da Praia da Pitória (APAAPP) e faz parte das comemorações pelos 400 anos de fundação do município aldeense. Dividida em sete capítulos, a publicação mostra as características da lagoa costeira, retrata os pescadores artesanais,...

Leia mais

O melhor caminho à frente

Postado em 19/jun/2017

Não tem outro jeito: para o Brasil voltar a crescer será preciso destravar os investimentos. Em meio à crise que já ganhou o título de maior da história, sobraram poucas alternativas. O gover­no não tem espaço para expandir o or­çamento — ao contrário, precisa redu­zir o gasto para retomar a confiança em sua solvência. Com o desemprego em alta, as famílias estão consumindo me­nos. Já as exportações esbarram na indústria fragilizada e no problema histórico de o país ser fechado para o comércio mundial. E, neste momento em que se tornam tão importantes, os investimentos estão emperrados. Da­dos da consultoria GO Associados mos­tram que, em 2017, a formação bruta de capital fixo (uma medida da compra de equipamentos e gastos na construção civil) deve cair 0,6%, a quarta queda consecutiva. “A crise recente é a mais profunda e será...

Leia mais

Aportes em saneamento básico caem nas três esferas de governo do País

Postado em 9/jun/2017

São Paulo – Para universalizar o acesso da população ao saneamento básico, o Brasil teria que investir cerca de R$ 5 bilhões a mais do que aporta hoje no setor. Porém, na contramão deste processo, as despesas públicas com a área estão recuando. Somente nas 27 capitais brasileiras, os gastos totais com o saneamento básico caíram 18%, em termos reais (descontada a inflação), no acumulado dos últimos 12 meses até o mês de abril deste ano, somando recursos no valor de R$ 3,342 bilhões. No fechamento anual, os dispêndios no setor estão diminuindo há dois anos. Em 2016, por exemplo, estes tiveram queda de 9,4% na comparação com 2015, para R$ 3,838 bilhões, enquanto no ano imediatamente anterior, esta retração chegou a ser de 10,5%, a R$ 4,233 bilhões. Já as despesas dos governos estaduais com o saneamento caíram 30,3% no acumulado em 12 meses até...

Leia mais

Novo estudo mostra que água perdida nos sistemas de distribuição agravam as crises hídricas e poderiam abastecer milhões de pessoas

Postado em 7/jun/2017

* Publicado pelo Instituto Trata Brasil A região Sudeste acaba de passar por sua pior crise hídrica da história e é com base nesse recente cenário que o Movimento “Menos Perdas, Mais Água”, da Rede Brasil do Pacto Global e o Instituto Trata Brasil, em parceria com a Braskem e Sanasa, divulga o estudo “Perdas de água nos sistemas de distribuição como agravante à vulnerabilidade das bacias hidrográficas – o caso das bacias PCJ”. A escolha das bacias PCJ como objeto do estudo se deu devido à importância econômica da região, que responde por cerca de 7-8% do PIB nacional, mas também pelo alto grau de capacidade técnica e de gestão de seus municípios, do Consórcio e da Agência Reguladora local. Nesta página é possível ter acesso à versão executiva do estudo e o press release do material. Os...

Leia mais

Água é a mais urgente questão ambiental brasileira

Postado em 5/jun/2017

Alexandre Ferreira Lopes * Em 5 de junho, celebra-se o Dia Mundial do Meio Ambiente, data que nos traz ensejo para importantes reflexões. É certo que o equilíbrio ambiental se tornou uma preocupação de todos os povos. Somente uma visão holística e sustentável pode vir a efetivamente proteger o meio ambiente e preservar a espécie humana da extinção. É nítido ainda que alguns problemas ambientais alcançaram maior notoriedade e justificaram, nos últimos anos, um esforço maior dos governos, uma mobilização mais intensa da sociedade ou mesmo um aporte maior de recursos para sua solução. É o caso da poluição atmosférica e do desmatamento florestal. A questão da água foi durante muito tempo um capitulo que ficou em segundo plano entre as prioridades referentes à defesa do meio ambiente. Nos últimos anos, porém, a preocupação com a conservação dos recursos...

Leia mais

Perda de operadoras com desperdício é de R$ 8 bi

Postado em 1/jun/2017

Adotar novas tecnologias para a redução de perdas na distribuição de água tem sido prioridade crescente para as empresas públicas e privadas de saneamento no Brasil. Em torno de 37% da água tratada se perdem por motivos diversos que incluem vazamentos, ligações clandestinas, ausência de medição e medições incorretas, segundo o Ministério das Cidades. Esse desperdício equivale a R$ 8 bilhões a menos na receita anual das operadoras, estima o Instituto Trata Brasil. As iniciativas para enfrentar o problema abrangem desde inovações de ponta como softwares de inteligência artificial e centros informatizados de controle até ações mais simples como atualização cadastral e atendimento setorizado. A falta de regulação padronizada e de tratamento isonômico entre as operadoras levou a um descompasso na adoção de tecnologias para o controle de perdas, avalia o presidente do Sindicato Nacional das Concessionárias Privadas de...

Leia mais