ÁREA DO ASSOCIADO

  • Login
  • A SAMAR e Prefeitura de Araçatuba anunciam a liberação de financiamento de R$ 100 milhões do BNDES para obras de saneamento no município

    24/07/2018

    O anúncio da liberação de um financiamento de R$ 100 milhões do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para obras da SAMAR no município foi feito nesta quinta-feira (19/07) pelo Prefeito de Araçatuba, Dilador Borges, e o Presidente da SAMAR e do Grupo GS Inima Brasil, Paulo Roberto de Oliveira.

    Embora o financiamento tenha sido liberado agora, muitas obras que serão beneficiadas já estão em andamento, porque o Grupo GS Inima Brasil investiu recursos próprios para realizá-las:

    Reversão da Bacia da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Maria Izabel.

     Essa obra, orçada em R$ 34 milhões, teve sua primeira etapa concluída em 2 de março de 2018, quando a SAMAR inaugurou a  nova Estação Elevatória de Esgoto (EEE) Santa Izabel.  A nova estação começou a ser construída em fevereiro de 2017 e os investimentos somaram R$ 5 milhões. A unidade é responsável pelo bombeamento de esgoto de 44 bairros das zonas norte e oeste de Araçatuba, onde vivem cerca de 60 mil habitantes. Nesta área estão cinco parques industriais de Araçatuba. Juntamente com a construção da nova elevatória, a SAMAR também instalou 10 quilômetros de novos emissários ligando a elevatória à ETE Baguaçu, com linhas de recalque e de gravidade.

    Com a reversão, cerca de 15% do esgoto da cidade, que hoje é destinado às lagoas de tratamento da ETE Maria Isabel, serão encaminhados para a ETE Baguaçu, que está em condições de tratar todo o esgoto em eficiência plena. As lagoas da ETE Maria Isabel serão posteriormente desativadas e recuperadas.

    Demais obras da Reversão de Esgoto:

    Além da nova EEE Santa Izabel, as obras de reversão incluem também a construção da nova Estação Elevatória de Esgoto (EEE) Maria Isabel, situada próxima às lagoas de tratamento do mesmo nome. A nova estação já está pronta e em fase de testes.

    Também já está pronta a EEE Vilella. A antiga estação, que era alvo de constantes reclamações da população por causa do mau cheiro, foi totalmente demolida, tendo sido construído um novo prédio para o bombeamento do esgoto. Outra estação elevatória que está sendo totalmente reformada é a EEE Água Branca.

     

    A obra de reversão também contempla todo o sistema de esgoto do bairro Engenheiro Taveira, hoje isolado, que será integrado às redes de Araçatuba e tratado na ETE Baguaçu.

    Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Baguaçu

    As obras de reversão incluem ainda a recuperação de emissários (R$ 8,3 milhões) e a modernização da ETE Baguaçu (R$ 16 milhões).

    A ETE Baguaçu, que passará a receber e tratar todo o esgoto de Araçatuba, está recebendo melhorias como desassoreamento, recuperação de taludes e reformas de todos os tanques de aeração, automatização do sistema e ampliação da área de tratamento preliminar do esgoto que chega à estação (desarenador), com instalação de novos equipamentos. Foi implantado um sistema de descarga do lodo e adquiridos novos equipamentos moto-redutores para os tanques de aeração.

     Obras do abastecimento de água

     Setorização da distribuição de água

    Uma das grandes obras de abastecimento de água já em andamento é a setorização da distribuição da água tratada. Os investimentos previstos são de R$ 20 milhões para a construção de 40 quilômetros de novas redes de água e instalação de registros de manobra. Ao final da obra, em 2020, a cidade terá 42 micro-setores de abastecimento, o que vai permitir uma gestão mais eficiente da distribuição da água tratada e redução de perdas.

    As obras começaram em 10 de abril deste ano na área do reservatório do Jussara, que é formada por 14 bairros. Já foram construídos 6 km de novas redes de água. Atualmente, as obras de setorização estão na região do reservatório do bairro Ipanema.

     Nova Estação de Tratamento de Água

     Uma outra grande obra prevista é a construção da Estação de Tratamento de Água (ETA) 4, na área da sede da SAMAR. O investimento previsto é de R$ 24 milhões. Também estão previstos investimentos de R$ 3,8 milhões na melhoria e modernização do sistema existente.

    Água do Rio Tietê em Engenheiro Taveira

    A SAMAR já está concluindo a obra que vai integrar Engenheiro Taveira à rede de abastecimento de água de Araçatuba. O bairro, antes isolado e abastecido por dois poços profundos, passará a receber a água do Rio Tietê. Para isso, estão sendo construídos mais de seis mil metros de rede adutora de água, com tubulações de 300 milímetros de diâmetro, que vai levar a água da Estação de Tratamento ETA-Tietê.

    Investimento: R$ 1,5 milhões

    População atendida inicialmente: 3.000

    Previsão de população nos próximos anos: 10.000

    Compartilhe:
    Translate »