ÁREA DO ASSOCIADO

  • Login
  • Águas de Holambra realiza oficina de reciclagem de materiais

    10/06/2019

    A reflexão sobre a produção de lixo e o respectivo impacto desses materiais na natureza é o foco da Águas de Holambra na programação do Dia Mundial do Meio Ambiente. Para engajar a população no debate do tema, a concessionária realizou oficinas de reciclagem e reutilização de materiais.

    A atividade, coordenada pela equipe de Responsabilidade Social e que integra o Programa Afluentes da concessionária, atraiu mais de 80 holambrenses preocupados com um futuro sustentável.

    A ação, realizada em mais de um dia, começou a ser executada no mês passado, tendo como ponto de partida o dia 17 de maio, dedicado ao Dia Mundial da Reciclagem, criado justamente para chamar a atenção para a conscientização de como o cidadão pode reduzir, reutilizar e reciclar diversos resíduos produzidos diariamente.

    Para a coordenadora de Responsabilidade Social da empresa, Maria Aparecida Draheim, a atividade, além de despertar nos participantes um senso coletivo, proporcionando o resgate de valores como cooperação, responsabilidade e respeito, leva à reflexão sobre a quantidade de lixo que cada um produz por dia e o impacto desses materiais no meio ambiente.

    “Precisamos nos questionar sobre o nosso papel nesse processo de preservação do meio ambiente e, consequentemente, como contribuir com a redução da poluição do solo, da água e do ar. Reciclar tornou-se uma atitude importante frente à manutenção da saúde e da preservação dos recursos naturais existentes no planeta”, completa Maria Aparecida.

    O presidente da Águas de Holambra, Ricardo Miranda, destaca que a concessionária diariamente já realiza um trabalho que impacta positivamente na qualidade de vida da população e que ações sociais como essa potencializam os resultados. “O trabalho de educação ambiental estimula ainda mais, essa cidadania despertando o sentimento e a responsabilidade de sermos coautores da contribuição e conscientização da melhoria da qualidade de vida e da responsabilidade na preservação ambiental.”, frisa Miranda.

    Compartilhe:
    Translate »