ÁREA DO ASSOCIADO

  • Login
  • Águas do Imperador faz melhorias em unidades de tratamento de esgoto

    20/02/2019

    Águas do Imperador iniciou, em 2018, ações de melhorias nas unidades de tratamento de esgoto, como biodigestores, fossas filtro e algumas Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) compactas, para aumentar a eficiência, melhorar o paisagismo e prevenir odores nessas instalações.

    Os biodigestores do Córrego Grande, Vila Rica, Independência e Nogueira e as fossas filtro do Cuiabá, Castelo São Manoel e Ceará foram reformados e seus sistemas preliminares foram inteiramente limpos com auxílio do caminhão Siwer Jet. O lodo das zonas de raízes foi removido e o material filtrante foi substituído.

    No Cuiabá, além desses serviços, foram realizadas melhorias nos sistemas de abastecimento, com a instalação de sistemas de automação para as bombas e de verificação do nível dos reservatórios, que enviam informações em tempo real para o Centro de Controle Operacional (CCO). As tampas de concreto das fossas filtro, que vedam e facilitam a manutenção desses equipamentos, foram reparadas e/ou substituídas, de acordo com a necessidade.

    Já a ETE da rodoviária do Bingen, cujo redimensionamento está sendo estudado, recebeu pintura especifica contra a corrosão, substituição das válvulas para facilitar as manobras da operação e a instalação do medidor de vazão e de um flare.

    Além dos serviços específicos, todas as unidades foram pintadas, cercadas e devidamente identificadas. Nelas também foram plantadas mudas de Damas da Noite, para embelezar e neutralizar odores.

    Os biodigestores do Bonfim e Vila Ipanema, as fossas filtro do Roseiral e Comunidade São Luís e a da ETE da Granja Brasil, serão as próximas a serem reparadas.

    Para a ETE da Granja Brasil, estão sendo realizados estudos para a melhoria do processo de tratamento, com o auxílio da Estrutura de Gestão do Negócio (EGN) corporativa.

    “As ações de reforma e melhorias têm como objetivo principal melhorar o desempenho das unidades, a integração do sistema com a comunidade atendida e sua conservação. São realizadas pelas equipes de tratamento de esgoto, com o apoio das demais áreas (GSO e Engenharia), promovendo um melhor entendimento dos processos de tratamento por parte das equipes e interação entre as áreas. O desempenho da equipe na realização dessas ações vem evoluindo cada dia mais, garantindo a satisfação dos clientes e nos motivando a continuar planejando e executando operações”, explicou o supervisor de Operação Esgoto, Vinicius Oliveira.

    Compartilhe:
    Translate »