ÁREA DO ASSOCIADO

  • Login
  • Concessionárias privadas apresentam avanços tecnológicos e de gestão para o saneamento no Congresso ABES

    17/06/2019

    O Brasil tem mais de 100 milhões de pessoas sem acesso a tratamento de esgoto, e perde cerca de 38% da água potável produzida até que ela chegue às torneiras da população. Diante desses números, cresce a importância de encontrar soluções tecnológicas que possam melhor o desempenho do saneamento público.

    Durante o 30º Congresso da ABES, de 16 a 19 de junho, em Natal, concessionárias privadas de saneamento que atuam em mais de 300 municípios no país apresentam várias soluções tecnológicas para a garantia de abastecimento de água e melhor desempenho no tratamento de esgoto, o que representa ganhos em saúde e defesa do meio ambiente para a população. Além disso, no campo dos debates, a regulação e a prestação de serviços no setor serão alvo de mesas com a participação das concessões privadas.

    Os atuais modelos do saneamento conseguirão suprir as necessidades de municípios localizados em regiões menos desenvolvidas? Essa é a questão que moverá a discussão durante o painel Diálogo Setorial sobre prestação de serviços regionalizada ou isolada, dia 17.06, às 16h15, com a presença de Rogério Tavares, vice-presidente de relações institucionais da Aegea, e de Paulo Roberto Oliveira, presidente da GS Inima Brasil, ao lado de representantes da Sabesp e Saneago, e também do secretário nacional de saneamento, Jônathas de Castro.
    André Lermontov, superintendente do grupo Águas do Brasil, participa do painel sobre aquisição de tecnologias, dia 17.06, às 14 horas, ao lado de representantes da USP, Sabesp e Sanepar.

    O estudo escolhido pelo governo cearense para o primeiro projeto de dessalinização da água em cidade de grande porte no Brasil será apresentado pela GS Inima, dia 18.06, às 10 horas. O diretor comercial da Suez, Federico Lagreca, também participa do painel sobre dessalinização.

    Os estudos para modelagem de operações de saneamento serão o tema do painel que acontece dia 18.06, às 10 horas, com a participação do CEO da Iguá, Gustavo Guimarães, ao lado de representantes do BNDES, Banco Mundial e da Cedae.

    Carlos Berenhauser, presidente da Enops, participa da discussão sobre governança corporativa (18.06, 14h), ao lado de representantes da ABES, Sabesp e Deloitte. Na mesma data e horário, Alexsandro Barral, da Enops, fala sobre gestão de perdas, juntamente com representantes de companhias públicas de saneamento. Berenhauser volta a marcar presença nos painéis com a intervenção sobre eficiência operacional (19.06, 14h). O diretor de operação da Suez, Flávio Lemos, também participa dessa discussão, apresentando uma tecnologia para diagnóstico do abastecimento com a criação de cenários que permitem modelar matematicamente os impactos de todas as ações previstas, a fim de melhorar o rendimento do sistema de distribuição.

    Ainda no dia 18, às 16h15, Charles Chami, CEO da Suez, fala sobre a transição para economia circular no saneamento, ao lado de especialistas da Sabesp e Sanepar e representantes do meio acadêmico.

    Por fim, a aplicação da energia solar fotovoltaica para tratamento de esgoto será abordada pela GS Inima no dia 19.06, às 14 horas.

    O 30º Congresso da ABES acontece no Centro de Convenções de Natal.

    Mais informações sobre a programação em http://abes-dn.org.br/abeseventos/30cbesa-natal/.

    Informações para a imprensa:
    Em Foco Assessoria de Comunicação
    Nelson Lourenço
    (11) 3819-3011
    (11) 99280-2111
    nelson@emfoco.net

    Compartilhe:
    Translate »