ÁREA DO ASSOCIADO

  • Login
  • Corsan busca parcerias

    04/05/2018

    A Corsan está em busca de um financiamento de 200 milhões de dólares junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BDI) para a realização de obras que vão melhorar o sistema de abastecimento de água da Região Metropolitana de Porto Alegre. A contrapartida da empresa no projeto será de 100 milhões de dólares e vai beneficiar as cidades de Gravataí, Cachoeirinha, Esteio, Viamão, Alvorada, Sapucaia do Sul e Canoas, que hoje possuem um sistema integrado de abastecimento de água. O anúncio foi feito pelo diretor-presidente da Corsan. Flávio Ferreira Presser, que participou ontem como palestrante do painel “Saneamento em áreas irregulares. Planos de saneamento. Função social dos contratos de concessão de saneamento básico” no XVIII Congresso Brasileiro do Ministério Público do Meio Ambiente. A palestra contou com as presenças do promotor de justiça Daniel Martini, do Ministério Público do RS (MP/RS), Rubens Filho do Instituto Trata Brasil e Teresa Vernaglia da BRK Ambiental.

    Presser defendeu a proposta de que cada município deva construir seu plano de saneamento que incluí água, esgoto, resíduos sólidos e drenagem.

    Com o objetivo de implementação de um projeto pedagógico, foi assinado um protocolo de intenções entre a Fundação Escola Superior do Ministério Público e a Associação Brasileira dos Membros do Ministério Público do Meio Ambiente (Abrampa) para a realização do curso de pós graduação em Direito Urbano Ambiental, nas modalidades presencial ou a distância.

    Compartilhe:
    Translate »