ÁREA DO ASSOCIADO

  • Login
  • Movimento “Saneamento é Saúde” defende Medida Provisória que acelera o setor

    03/10/2018

    Hoje 100 milhões de brasileiros não tem serviço de esgoto

     

    Saneamento básico como prioridade para a melhoria dos índices de saúde pública no Brasil. Essa é a bandeira da causa “Saneamento é Saúde“, que defende a alternativa que se apresenta de imediato para mudar essa situação e beneficiar a grande parcela da população brasileira que não possui acesso à água tratada e coleta e tratamento de esgoto – a aprovação da Medida Provisória 844, a MP do Saneamento.

    Os principais dados da alarmante situação do saneamento no Brasil estão publicadas na página do Facebook da causa “Saneamento é Saude” http://www.facebook.com/saneamentoesaude/

    Entre as propostas defendidas pelo movimento estão a ampliação do investimento no setor, que hoje deixa de atender 100 milhões de brasileiros com coleta e tratamento de esgoto, e ainda mantém 35 milhões sem acesso à água potável

    O Brasil ocupa a 112ª posição do ranking mundial do saneamento organizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), um desempenho vergonhoso para um país que possui uma das dez maiores economias do planeta. Assim, integrantes do movimento entendem que o saneamento tem pressa, e relegá-lo a questão não-urgente é um desserviço às futuras gerações.

    Compartilhe:
    Translate »