Gastos com internações por diarreia caíram 77% em Campo Grande

Postado em 24/abr/2017

Estudo do Instituto Trata Brasil revelou que a universalização do saneamento básico traria ao país benefícios econômicos e sociais de R$ 537,4 bilhões em 20 anos. De acordo com a pesquisa, seriam necessários investimentos de R$ 317 bilhões ao longo do período para que toda a população tenha acesso aos serviços de água e esgoto. O atendimento de 100% da população com água tratada e com coleta e tratamento de esgotoreduziria substancialmente o número de internações na rede do Sistema Único de Saúde (SUS) por infecções gastrointestinais, diminuiria ainda mais o índice de mortalidade infantil e eliminaria graves problemas de saneamento básico que ainda afetam milhões de brasileiros. Em Campo Grande a população já colhe os bons frutos do acesso ao saneamento básico adequado. Na Capital, onde o acesso a água tratada já chega a mais de 99% da...

Leia mais

Estudo demonstra ganhos econômicos da universalização do saneamento básico

Postado em 24/abr/2017

Acesso irrestrito a água e esgoto tratados traria ganhos de R$ 537 bilhões em 20 anos, com impactos na saúde da população, no meio ambiente e também na economia, diz Trata Brasil. São Paulo – Se o Brasil investir na universalização do saneamento básico e garantir acesso à água tratada, coleta e tratamento de esgoto para toda a população num prazo de até 20 anos, os ganhos econômicos seriam de até R$ 537 bilhões, com impactos na saúde da população, educação, produtividade, meio ambiente e até mesmo no valor dos imóveis. É o que conclui o estudo produzido pelo Instituto Trata Brasil intitulado divulgado na semana passada. Segundo Fernando Garcia, economista e pesquisador do Instituto, em entrevista à Rádio Brasil Atual nesta terça-feira (18), os dados do levantamento foram compilados a partir de estatísticas oficiais. ‘Hoje, temos, no Brasil, uma situação...

Leia mais

SAMAR, Secretaria do Meio Ambiente e Ongs lançam projeto EXPEDIÇÃO BAGUAÇU em comemoração ao dia do Ribeirão

Postado em 19/abr/2017

No dia 20 de abril, às 08h30, a SAMAR lançará o projeto Expedição Baguaçu. O projeto nasceu da parceria da SAMAR com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, da Ong Clube da Árvore, de Araçatuba, e da ONG A.G.A (Associação do Grupamento Ambientalista), de Birigui, que – após realizarem encontros para organizar ações de preservação e conscientização sobre a importância do Ribeirão Baguaçu – resolveram criar a Expedição Baguaçu. O projeto faz parte das comemorações do Dia do Ribeirão Baguaçu, cuja data foi instituída por Lei Municipal é comemorada no dia 22 de abril. O objetivo da Expedição Baguaçu é traçar um diagnóstico completo das atuais condições do Ribeirão, hoje responsável por 60 % do abastecimento de Araçatuba,  e definir ações de preservação, reposição de mata ciliar e conscientização da população do entorno, além de identificação das espécies que...

Leia mais

Diretor do Sindcon participa de evento sobre tratamento de água e dessalinização na Bahia

Postado em 11/abr/2017

Até 2050 o consumo de água deverá aumentar 55% em todo o mundo, segundo dados das Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Além de contribuir com as futuras gerações, o tratamento da água também é um setor da economiza em ampla expansão. Soluções em dessalinização e tratamento da água estarão expostas na Ambiental Mercantil Expo Bahia 2017, que será realizada de 23 a 25 de maio no Centro de Tecnologias Senai Cimatec, em Salvador (BA). No segundo dia do evento será apresentado o Cloudfisher (o “pescador de nuvens”), uma tecnologia alemã que coleta neblina e a transforma em água potável. O equipamento foi desenvolvido inicialmente para atender projetos sociais da Fundação da Água da Alemanha, uma entidade sem fins lucrativos que é apadrinhada por Dalai Lama. “Ao completar 50 anos, o designer...

Leia mais

BNDES lança edital para contratar estudos técnicos em saneamento

Postado em 11/abr/2017

BRASIL – O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai contratar estudos técnicos especializados na área de saneamento básico. A instituição publicou, nesta sexta-feira (7), cinco editais de licitação para a estruturação de projetos de participação privada na área de saneamento básico. A implementação dos projetos está prevista para os estados do Acre, Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte e Santa Catarina. Em fevereiro, o BNDES publicou editais para Pernambuco, Alagoas, Amapá, Maranhão, Pará e Sergipe, que já tiveram estudos licitados. As propostas vencedoras aguardam homologação. As licitações publicadas agora serão efetuadas pelo sistema de pregão eletrônico pelo menor preço, no portal de Compras Governamentais do governo federal. As propostas serão abertas em 24 de abril (pregões do Acre e do Ceará), 25 de abril (Rio Grande do Norte e Paraíba) e 26 de abril (Santa Catarina)....

Leia mais

Estudo sobre Regulação do Setor de Saneamento no Brasil

Postado em 7/abr/2017

Vencer a resistência dos usuários, particularmente de baixa renda, em se ligar às redes de coleta disponíveis é um dos desafios apontados pelo estudo da ABES e do BID sobre a Regulação do Setor de Saneamento no Brasil. Levantamento, fruto da parceria de Cooperação Técnica entre o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a ABES, aponta desafios e propostas de ações em relação à implantação do Marco Regulatório, aos sistemas de informações e indicadores e à universalização dos serviços e subsídios. A Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental e o Banco Interamericano de Desenvolvimento estão lançando este mês estudo sobre a Regulação dos Serviços de Saneamento no Brasil. O documento DIAGNÓSTICO SETORIAL E PROPOSTA DE AÇÕES do Projeto de Regulação do Setor de Água e Saneamento, realizado pelo Convênio de Cooperação entre a ABES e o BID, apresenta...

Leia mais