BNDES fará papel de estruturador de projetos de infraestrutura

Postado em 22/set/2017

Um dos focos de trabalho do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) será na estruturação dos projetos de infraestrutura, trazendo modelagens robustas ao setor, afirma Luciene Machado, superintendente da Área de Saneamento e Transporte. De acordo com a superintendente, os estudos de viabilidade de projetos traçados no passado traziam uma dose de “otimismo”. “Foram realizados em uma época em que o Brasil vivia em outro contexto e, portanto, não eram resilientes o suficiente para aguentar trancos. Então, como banco de desenvolvimento, nos vemos cada vez mais trabalhando com estruturação de projetos”, disse durante o 15º Fórum Latino-Americano Brasileiro de Liderança Estratégica em Infraestrutura, na capital paulista. Como exemplo, Luciene citou a parceria do banco com o setor de saneamento, com diversos Estados buscando quais seriam os melhores modelos de concessão, PPPs e desestatização. Luciene avaliou positivamente a Lei 13.448, a antiga MP das Concessões,...

Leia mais

CNI propõe simplificação do acesso a recursos do FGTS para saneamento

Postado em 22/set/2017

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) quer a redução do prazo de liberação de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para investimento em projetos de saneamento. Estudo divulgado hoje (19) lista uma série de medidas para reduzir o tempo da liberação. De acordo com o documento, o tempo médio para as empresas públicas acessarem os recurso é de 27 meses atualmente. Segundo a CNI, a “mera unificação de procedimentos” possibilitaria a redução do tempo médio de repasse para 18 meses, como ocorre com as companhias privadas. Segundo a confederação, o prazo superior a dois anos entre a apresentação do projeto e o início das obras pode, por exemplo, tornar o projeto obsoleto. “O prazo de 27 meses é um grande empecilho para o andamento adequado dos projetos e contribui para que ocorram paralisações de obras...

Leia mais

Programa de igualdade racial da AEGEA será lançado em Campo Grande

Postado em 21/set/2017

Contribuir para reduzir a desigualdade e fazer com que a diversidade étnico-racial do Brasil esteja representada em seu quadro de profissionais é o propósito da Aegea, holding da Águas Guariroba. Com esse objetivo, a empresa lança na próxima terça-feira (26), às 20h, em Campo Grande, o programa “Respeito dá o tom”. O evento deve reunir autoridades municipais e estaduais, empresários, artistas, lideranças de movimentos de luta pelos direitos da população negra. Haverá exposição de artes plásticas, música e ações de conscientização sobre o tema. Na ocasião, a Aegea receberá o selo “Sim à Igualdade Racial”, do ID_BR – Instituto Identidades do Brasil – uma organização sem fins lucrativos que atua na promoção de direitos humanos e na luta pela igualdade racial da população negra, através da inserção no mercado de trabalho. A certificação significa que a empresa se compromete...

Leia mais

ABCON/SINDCON participam do Congresso ABES-Fenasan

Postado em 6/set/2017

A ABCON e o SINDCON terão um estande na feira que acontece paralelamente ao Congresso ABES-Fenasan, de 3 a 5 de outubro, no São Paulo Expo, zona sul da capital paulista. Durante o evento, no estande, haverá uma série de apresentações rápidas sobre iniciativas e projetos realizados pelos associados da entidade, em áreas como sustentabilidade, tecnologia e recursos humanos. A programação terá ainda rodas de conversa sobre o Panorama da Participação Privada no Saneamento e o MBA sobre Gestão Estratégica do Saneamento, parceria do SINDCON com a Trevisan Escola de Negócios. O livro “Saneamento Básico: Temas Fundamentais, Propostas e Desafios”, da OAB, também será tema de um encontro no estande das entidades. A programação completa será divulgada em breve no site www.abconsindcon.com.br. O Congresso ABES- Fenasan 2017 traz o tema “Saneamento Ambiental: Desenvolvimento e Qualidade de Vida na Retomada...

Leia mais

População atendida pela iniciativa privada ultrapassa os 31 milhões

Postado em 6/set/2017

Com a entrada em operação da subconcessão de Teresina/PI e Vila Velha/ES (concessão de esgoto), a população atendida pela iniciativa privada no saneamento alcançou 31,5 milhões de pessoas ante os 30,6 milhões registrados ao final de 2016. Os investimentos previstos para capital piauiense são de R$ 1,7 bilhão, dos quais R$ 650 milhões a serem aplicados nos cinco primeiros anos de concessão. O objetivo é alcançar a universalização dos serviços até 2031. Hoje, Teresina (foto) possui 97% de cobertura em água potável e apenas 17% de cobertura de esgoto. Em Vila Velha, o objetivo da concessão é ampliar a cobertura de esgotamento sanitário de 56% para 98% em 10 anos. O investimento no período será de R$ 408 milhões. Apesar do avanço representado por essas duas concessões, a iniciativa privada ainda possui grande potencial para expandir sua atuação e...

Leia mais

ABCON fala sobre propostas para o setor em evento com BNDES e CEF

Postado em 6/set/2017

A ABCON participou no dia 25 de agosto do encontro sobre “Como viabilizar os investimentos para universalizar o acesso aos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário”, promovido pelo Instituto de Estudos Avançados da USP em Ribeirão Preto. No debate, o vice-presidente da ABCON Paulo Roberto de Oliveira falou sobre os principais entraves que ainda limitam uma maior participação da iniciativa privada no setor, e também apresentou as propostas da entidade para que os investimentos deslanchem no saneamento. Participaram ainda do debate representantes do BNDES e da Caixa Econômica Federal. Letícia Pimentel, do BNDES, revelou que a perspectiva da instituição é reaquecer o investimento no setor por meio do Programa de Parcerias para Investimentos (PPI), que já possui quatro estudos contratados para modelagem da parceria entre companhias estaduais, enquanto outros 11 estudos estão em fase de...

Leia mais