ÁREA DO ASSOCIADO

  • Conectar-se
  • Saneamento básico impacta os índices de educação do país

    29/01/2020

    No município de Tubarão, todas as residências da área urbana são atendidas com água tratada

    Com a volta às aulas, assuntos como a qualidade da educação no país voltam a entrar em destaque. Um setor educacional bem desenvolvido é indispensável para a sociedade e para o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do país. Apesar de muitas pessoas considerarem o sistema de ensino brasileiro precário, a maioria não está ciente de que uma série de fatores contribui para isso, e um deles é o saneamento.

    No Brasil, o saneamento básico é um direito assegurado pela Constituição e definido pela Lei Nº 11.445/2007 como o conjunto dos serviços, infraestrutura e Instalações operacionais de abastecimento de água, esgotamento sanitário, limpeza urbana, drenagem urbana, manejos de resíduos sólidos e de águas pluviais.

    Segundo o diretor da Tubarão Saneamento, concessionária dos serviços públicos de água e esgoto de Tubarão, de acordo com pesquisas é possível notar uma grande diferença entre os anos de escolaridade daqueles que possuem acesso aos serviços de saneamento básico e os que não possuem. “Essa diferença acaba respingando em outras áreas como a economia, por exemplo. Resultando em uma perda de produtividade e remuneração de gerações futuras”, explica Wagner Souza.

    Conforme o estudo, realizado pelo Instituto Trata Brasil, apenas o prejuízo desse atraso escolar causado pela falta de saneamento alcançou R$ 16,6 bilhões em 2015. A ausência de água tratada e de esgotamento sanitário está diretamente ligada ao rendimento dos alunos, pois resultam em doenças como infecções gastrointestinais, provocando sintomas como diarreia e vômito. O estudo situa também que caso o acesso ao saneamento fosse universal, a redução do atraso escolar seria de 6,8%, o que impactaria a média de escolaridade do Brasil.Além disso, em 2017, a escolaridade (em anos de educação formal) de pessoas que possuíam acesso ao saneamento em Santa Catarina foi de 9,82, enquanto a de pessoas que não possuíam foi de 5,86. “Essa disparidade demonstra que o saneamento possui grande influência no aproveitamento escolar, ou seja, um bom sistema de saneamento beneficia a sociedade de diversas maneiras”, completa Wagner.

    No município de Tubarão, todas as residências da área urbana são atendidas com água tratada. Já o sistema de coleta e tratamento de esgoto segue em fase de implantação e cerca de 12% da área urbana do município já pode contar com o serviço.

    Compartilhe: