ÁREA DO ASSOCIADO

  • Login
  • Uruguaiana está entre as três cidades com maior investimento em saneamento no RS

    16/02/2018

    Município investiu mais de R$ 87,1 milhões nos últimos seis anos

     No ranking das cidades com maior crescimento em saneamento, Uruguaiana aparece entre as três que mais investiram recursos no setor. Depois da capital do Estado, o município se destaca pela aplicação de recursos na ordem de R$ 87,1 milhões. Caxias do Sul aparece logo após, em terceira posição.

    Já os municípios vizinhos só surgem várias posições abaixo. Alegrete está em 23° lugar com R$ 7,9 milhões investidos em esgoto. São Borja, em 25º posição, despendeu pouco mais de R$ 6,8 milhões e em 27º, Santa Maria, com R$ 6,5 milhões. Itaqui e Barra do Quaraí, nos últimos seis anos, não realizaram investimentos, de acordo com dados do Sistema Nacional de Informações Sobre Saneamento (SNIS).

    Novos postos de trabalho, redução do esgoto a céu aberto nas ruas e preservação do Rio Uruguai – o principal cartão postal da cidade – são alguns dos benefícios. Desde 2011, a BRK Ambiental, concessionária de água e esgoto, implantou diversos quilômetros de redes coletoras, construiu estações elevatórias de esgoto, fez melhorias operacionais e uma série de ações educativas para capacitar a população sobre os benefícios do saneamento.

    Das 497 cidades do Estado, apenas 155 investem em saneamento. Os avanços lentos no setor retratam a realidade do resto do país. A falta de investimentos em coleta e tratamento de esgotos impacta diretamente na saúde da população. Segundo o Instituto Trata Brasil, só em 2015, o custo com horas não trabalhadas alcançou R$ 872 milhões no Brasil todo. Afastamentos gerados exclusivamente por doenças gastrointestinais.

    “Esse resultado, além de ser motivo de orgulho, coloca Uruguaiana em destaque no resto do Rio Grande do Sul. O saneamento promove avanços não só na saúde, mas em setores como trabalho, educação, turismo, educação e cidadania. Nenhum incômodo com obras pode ser comparado aos benefícios gerados por esse desenvolvimento”, destaca Herbert Dantas, responsável pela BRK Ambiental em Uruguaiana.

    Compartilhe:
    Translate »