ÁREA DO ASSOCIADO

  • Login
  • Edição 11

    ANO IV - ABR A JUL/2018

    /

    Janela do Associado

    Com todo o respeito

    em 27 de Abril de 2018

    Ações de conscientização e inclusão racial são difundidas pela Aegea

    O marco histórico do combate ao racismo e ao preconceito no Brasil data de 2010, quando foi criado o Estatuto da Igualdade Racial, documento que estabelece regras, princípios jurídicos e políticas que promovem a mobilidade social de grupos historicamente desfavorecidos. Desde então, a luta pelo respeito e pela igualdade de conquistas ganhou força em todas as esferas sociais.

    Funcionários da Aegea durante o evento de lançamento do programa.

    Funcionários da Aegea durante o evento de lançamento do programa.

    Em nosso segmento, já há iniciativas que promovem a conscientização sobre inclusão racial. Com a campanha “Respeito dá o Tom”, lançada pelo grupo Aegea em setembro passado, a empresa busca promover a igualdade nas oportunidades de acesso em todas as suas Unidades, bem como o crescimento profissional dos colaboradores que se autodeclaram negros e pardos. “O propósito da campanha é criar um ambiente de trabalho livre de racismo, preconceito, discriminação ou quaisquer atitudes que comprometam a postura de respeito, visando empatia, tolerância e cordialidade em todas as atividades cotidianas e projetos realizados”, afirma Josélio Alves Raymundo, porta-voz do programa.

    A campanha conta com a orientação do Instituto Identidades do Brasil (ID_BR) e prevê diversas ações de conscientização, tanto externas quanto internas. O programa foi implementado em todas as concessionárias da  empresa. Cada unidade possui um grupo responsável por liderar as iniciativas de igualdade racial, com o auxílio e coordenação do departamento de Recursos Humanos.

    Durante o lançamento do “Respeito dá o Tom”, a Aegea recebeu o selo “Sim à Igualdade Racial”, criado pelo ID_BR, que assegura o compromisso e o comprometimento de empresas na implantação de ações afirmativas de combate ao racismo e à discriminação da população negra, principalmente em seu quadro de funcionários.

    Compartilhe:
    Translate »