ÁREA DO ASSOCIADO

  • Conectar-se
  • Edição 09

    ANO III – ABRIL A JUNHO 2017

    /

    Capacitação

    Preparado para ser um bom gestor?

    em 11 de Junho de 2017

    Workshop mostra princípios para quem deseja liderar a gestão de processos operacionais no saneamento

    Workshop resultou no eBook “Métodos, Sistemas e Gestão por Processos”

    Realizado pelo SINDCON em julho e dedicado a seus associados, o workshop sobre Controle e Gestão Operacional reuniu 32 pessoas e promoveu atividades de qualificação sobre o tema.

    Além de apresentações de especialistas, o grupo participou de trabalhos em grupo e discussões sobre o papel do gestor nas concessionárias de saneamento.

    Como resultado do trabalho apresentado e construído no Workshop, o Sindcon publicou o eBook “Métodos, Sistemas e Gestão por Processos”, Clique aqui e acesse.

    Os Programas de Capacitação do SINDCON fazem parte do planejamento estratégico da entidade e têm o objetivo de contribuir para a alta performance e diferencial de desempenho das concessionárias e seus colaboradores.

    Tomada de decisões é um dos conceitos básicos

    Segundo Fernando Luzio, sócio-fundador e chairman da Luzio Strategy Group, ser um gestor demanda alguns princípios fundamentais:

    • Tomada de decisões: concorre com as atividades burocráticas, que, infelizmente, costumam tomar mais da metade do tempo do gestor.
    • Percepção da realidade: importante valorizar a comunicação e o alinhamento de informações.
    • Assumir compromissos: que podem ser de diferentes naturezas, como por exemplo o foco em diretrizes estratégicas, a administração de recursos, processos ou pessoas.

    Luzio enfatiza que as cinco marcas de um bom gestor são a capacidade de delegar, conceder espaço à equipe, apoiar, reconhecer e, finalmente, tomar decisões. Todas essas aptidões podem e devem ser desenvolvidas.

    “Liderar pessoas não é um ato natural. É preciso dedicação e disciplina”, aconselha.

    O presidente do Conselho Diretor do SINDCON, Giuliano Dragone, acrescenta que a boa gestão requer indicadores que demonstrem o resultado das ações implantadas e sinalizem avanços e necessidades de ajuste. Isso não significa ter uma visão limitada a números e estatísticas. “Como gestor, precisamos ir além dos dados financeiros e ter uma abordagem mais abrangente na condução dos processos e das equipes”, aconselha.

    Leia para saber mais:

    • “Inteligência Emocional”, de David Goleman, editora Objetiva
    • “A Quinta Disciplina”, de Peter M. Senge, editora Best Seller
    • “Gerenciando o Lado Humano da Empresa”, de Douglas McGregor, editora Qualitymark
    • “Liderando a Mudança”, de John P. Kotter, editora Campus/Elsevier
    • “O Mito do Empreendedor”, de Michael Gerber, editora Fundamento
    Compartilhe: