ÁREA DO ASSOCIADO

  • Login
  • Edição 05

    ANO III - ABR A JUL/2016

    /

    Editorial

    Ritmo acelerado na largada

    em 11 de Abril de 2016

    ALEXANDRE LOPES
    Presidente do SINDCON

    Uma nova gestão do SINDCON foi iniciada este ano e, de imediato, tivemos um grande desafio pela frente: promover a sexta edição do Encontro Nacional das Águas.

    O ENA sempre foi o maior evento dedicado aos associados do SINDCON e ABCON. Ao longo dos últimos anos, ele incorporou discussões mais profundas sobre o saneamento à sua programação, sem deixar de privilegiar as apresentações técnicas, que promovem o intercâmbio de conhecimento e de experiências bem- -sucedidas entre o nosso público.

    Para esta edição, que aconteceu de 12 a 13 de abril, decidimos estender esse debate sobre o futuro do saneamento para públicos externos, incluindo profissionais do setor público, consultores, tecnólogos, especialistas jurídicos, professores e estudantes da área ambiental e de recursos hídricos. O tema escolhido para conduzir o evento foi “Cidades Saneadas: Uma Realidade ao Alcance do Brasil”.

    Porém, essa não foi a única novidade do 6º ENA. O evento – que acontecia sempre no segundo semestre, a cada dois anos – foi antecipado para ocorrer simultaneamente à Pollutec Brasil, edição local da maior feira ambiental do mundo.

    Essa nova proposta do ENA fez com que o evento ampliasse seus horizontes, ao estabelecermos parceria com um espaço multissetorial de difusão tecnológica. Participantes do 6º ENA tiveram acesso facilitado à Pollutec, que lá fora tradicionalmente apresenta o que existe de mais moderno em termos de tecnologia ambiental.

    Mas isso também exigiu um esforço conjunto do SINDCON, para realizar as adaptações necessárias no que se refere ao calendário e, principalmente, no cuidado de termos uma programação em harmonia com os temas apresentados pelos fóruns promovidos no âmbito da Pollutec.

    Apoiado pela ABCON, o Sindicato se propôs a realizar um evento de grande magnitude, que contemplasse tanto a exposição de ideias e de contribuições da iniciativa privada para o saneamento quanto a valorização de nossa expertise em soluções para a melhoria da prestação de serviços.

    Acredito que o resultado foi excelente. Deixo aqui o convite a todos – principalmente para aqueles que não puderam estar conosco no 6º ENA – para que confiram nas próximas páginas um pouco desses importantes momentos que vivemos durante o evento.

    Gostaria de enfatizar, ainda, que o ENA não apenas foi uma estreia bem-sucedida da nova gestão, mas também um modelo de cooperação entre dirigentes, equipe e associados, que merece ser levado adiante em nossas realizações.

    A participação de todos é fundamental para termos êxito em nossos projetos futuros.

    Compartilhe:
    Translate »