Sobre o SINDCON

logotipo sindcon
Fundado em janeiro de 2001, o SINDCON – Sindicato Nacional das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto, congrega as concessionárias privadas de serviços públicos de água e saneamento básico do país, atuando como braço técnico da ABCON.

A entidade estimula e promove a capacitação para alta performance das empresas privadas no setor de saneamento básico, atuando no suporte tecnológico, na qualificação dos recursos humanos, em iniciativas de sustentabilidade e outras ações que mereçam ser replicadas no universo das concessionárias.

Atuando de forma democrática e transparente, o SINDCON tem promovido a integração de seus associados, através do livre debate e encaminhamento de temas relevantes para o progresso do setor e em prol da melhoria da prestação dos serviços.

O SINDCON tem como missão promover a participação privada nos serviços públicos de água e esgoto, através do incentivo à eficiência da gestão das empresas concessionárias, e de programas de capacitação técnica e gerencial, em consonância com os princípios e diretrizes governamentais que visam a preservação da saúde pública e a proteção do meio ambiente.

Nossa Visão

SINDCON e ABCON querem ser reconhecidos pela sociedade, pelos agentes do setor de saneamento e pelos governos como entidades que primam pelo padrão e qualidade de sua representação institucional, baseadas em princípios éticos e idôneos, em prol do desenvolvimento do setor, promovendo as operações privadas que atuem com eficácia, transparência, equidade e universalidade.

Nossos Valores

SINDCON E ABCON devem atuar com profissionalismo, envolvimento setorial, publicidade dos atos, transparência e ética.

Nossos Princípios

SINDCON E ABCON têm como princípios:

  • O respeito aos princípios democráticos da livre iniciativa, da livre associação e da autonomia sindical;
  • O permanente incentivo e apoio ao intercâmbio de ideias, experiências e soluções entre seus associados;
  • O zelo pela observância das leis, normas, regulamentos e acordos que regem a atividade;
  • O incentivo às iniciativas que objetivam o aprimoramento técnico e a capacitação dos profissionais;
  • A promoção do desenvolvimento social, econômico e ambiental, e do mais democrático e amplo desenvolvimento socioeconômico do país.