A ABCON SINDCON lançou no dia 6 de julho, em São Paulo, a nona edição do Panorama da Participação Privada no Saneamento. Com o tema: Saneamento se destaca no futuro da infraestrutura, a publicação já está disponível no site da entidade!
 

Dois anos após o marco legal do setor entrar em vigor, o Panorama 2022 registra uma significativa evolução da presença das operadoras privadas no atendimento à população em serviços de água e esgoto.

As concessionárias do segmento privado passaram a atender 46,1 milhões de pessoas, o que representa, em relação ao ano passado, um avanço de 45%.

 

Autoridades discutem sobre o futuro do saneamento

 

Durante o evento de lançamento, houve um debate sobre o impacto e o futuro da Lei 14.026/20, com a participação do Secretário Nacional de Saneamento Substituto, André Galvão; da diretora-presidente da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), Verônica Sánchez; e do superintendente da área de parcerias em Infraestrutura Social e Serviços Ambientais do BNDES, Pedro Bruno Barros de Souza.

Confira a íntegra do evento e do debate no canal da ABCON SINDCON no YouTube.

 

 

Os números mostram a expansão na atividade das operadoras

 
 

Segundo o Panorama 2022, as concessões privadas já operam em 509 cidades, 9% do total. Parte significativa desses municípios (44%) é considerada de pequeno porte, com até 20 mil habitantes.

No último ano, houve a inclusão de mais 120 cidades entre aquelas que contam com serviços de concessões privadas de saneamento, um incremento de 31%, o maior desde 2007.

O Panorama também traz um balanço dos investimentos realizados e a expectativa em torno de mais leilões no setor neste e no próximo ano.

 

Os resultados dos investimentos no saneamento

 

Até março de 2022, houve 16 concorrências realizadas, com R$ 76,1 bilhões em outorga e investimentos previstos já contratados para as concessões de saneamento, via leilão. Ao todo, foram beneficiadas 20 milhões de pessoas.

No comparativo com os demais setores de infraestrutura, o saneamento concentrou 26,7% dos investimentos contratados nos leilões realizados entre 2019 e 2021.

O setor com o maior valor contratado em processos licitatórios nesse período.

 

Acesse o Panorama 2022 aqui!