I. PRESENTES

 

Carlos Henrique da Cruz Lima – Saneamento Ambiental Águas do Brasil
Pedro Henrique Teixeira Fiorelli – BRK Ambiental Participações
Rogério de Paula Tavares – Aegea Saneamento e Participações
Arlindo Sales – Aegea Saneamento e Participações
Giuliano Vito Dragone – GS Inima Brasil
Roberto de Oliveira Muniz – GS Inima Brasil
Alexandre Ferreira Lopes – Aviva Ambiental
Talita Caliman – Iguá Saneamento
Vaney Iori – Aviva Ambiental
Daniela Mattos Sandoval Coli – BRK Ambiental Participações
Teresa Vernaglia – BRK Ambiental Participações
Fernando Evanyr Borges da Fonseca – Terracom Concessões e Participações
Alessandro José Conti Hidalgo – Terracom Concessões e Participações

 

ABCON SINDCON

Percy Soares Neto
Cesar Seara
Ilana Ferreira
Elaine Chagas
Eliana Gonçalves Buratto
Priscila Bezerra
Mariana Zito
Aurea Figueira
Nelson Lourenço
Ana Rizzo
Julia Souza

 

Convidados

Eduardo Fontenelle – Saneamento Ambiental Águas do Brasil
Alexandre Carcanholo – Ellabora
Caio Cunha – Macroplan
Glaucio Neves – Macroplan

 

 

II – ASSUNTOS TRATADOS E DELIBERADOS

 

1. Boas-vindas aos novos membros no Conselho de Administração Abcon e Conselho Técnico Sindcon

O Presidente do Conselho de Administração, deu boas-vindas e informou aos presentes que dois novos representantes ingressaram nos Conselhos, são eles: Sra. Talita Caliman em substituição ao Sr. Julio Jacob – Suplente no Conselho de Administração Abcon e Sr. Arlindo Sales em substituição ao Sr. Leandro Marin nos dois Conselhos do Sindcon, Administração como Suplente e no Técnico.

 

2. Apresentação da Calculadora de Custos

Eduardo Fontenelle do Grupo Águas do Brasil apresentou os objetivos da sistematização dos Coeficientes de Custos de Saneamento e introduziu a ideia e os objetivos da plataforma. Na Sequência, Alexandre Carcanholo – Elabbora, que desenvolveu o sistema, apresentou como será a dinâmica e as funcionalidades da ferramenta, considerando-a operacionalmente pronta para uso.

Próximas etapas: elaborar a estratégia comercial e aguardar a finalização dos testes pelo Conselho que foi prorrogado até dia 19.03, visto que muitos não receberam a senha para o teste.7

 

3. Aprovação do Planejamento Estratégico 2021/2024

Foi apresentado pelo Sr. Glaucio Neves da Macroplan o Planejamento Estratégico Abcon Sindcon 2021/2024. Os presentes elogiaram o resultado, inclusive a riqueza do material e detalhes apresentados. O Planejamento Estratégico Abcon Sindcon 2021/2024 foi aprovado por unanimidade e encaminhado para deliberação na Assembleia Geral.

 

4. Aprovação da Proposta Orçamentária 2021

A proposta orçamentária 2021 foi apresentada em 05 de março. Alguns associados mencionaram que não receberam previamente o material. Por esse motivo, a reunião foi suspensa e agendada a continuação da mesma em 09 de março. O Diretor Executivo informou que havia sido pactuado entre os Associados da Abcon/Sindcon, quando do início do Planejamento Estratégico, em Novembro de 2020, que a aprovação do orçamento 2021 seria feita apenas após a apresentação e validação do Planejamento Estratégico. Justificou, dessa forma, a demora em pautar a proposta orçamentária para 2021. Desta forma a Diretoria Executiva da Abcon/Sindcon apresentou 4 cenários de receita, tendo em vista as orientações estratégicas constantes do Planejamento Estratégico. O Diretor Executivo da Abcon/Sindcon lembrou que o Planejamento decorreu de um amplo processo de diálogo com os Associados, nos mais diversos espaços da Associação. Em 09/03/2021, foi apresentada, aos membros do Conselho de Administração, a proposta orçamentária 2021, demonstrando as estimativas de custos e de receitas para 2021, conforme planilha anexa a essa Ata.

Foi informado aos Associados que não houve reajuste nos valores das contribuições Associativas entre 2019-2020, configurando dois anos de defasagem.

Por unanimidade foi aprovado o CENÁRIO 2, condicionado a que:

– o reajuste nas contribuições associativas não será retroativo à Janeiro/2021, sendo aplicado a partir de Abril/2021;
– a contribuição associativa dos novos entrantes seja aplicada em um fundo de reserva, que mitigue a necessidade de recomposição do valor das contribuições associativas;
– não haja chamadas extras em 2021;
– a Diretoria Executiva apresentará ao Conselho de Administração uma política de patrocínio e de receita acessórias, para deliberação.

Após a análise de todos os itens, foram aprovados por unanimidade os itens 1 e 2, ficando pendente somente o item 3 para criação de um comitê interno com a responsabilidade da elaboração da política de patrocínio e de receitas acessórias.

A proposta de Orçamento 2021 segue para apreciação na Assembleia Geral.

 

5. Outros assuntos

O Diretor Executivo deverá apresentar na Assembleia Geral uma proposta de reestruturação das cotas associativas. Atualmente, existe uma discrepância grande entre cotas associativas e não é adotado um critério objetivo para a definição das mesmas. A apresentação dessa proposta terá como função dar início ao debate.