Destacadas na programação do 6º ENA, Ribeirão Preto e Niterói são exemplos de Cidades Saneadas

O 6º ENA levou em consideração, para definir suas atividades, o conceito de “Cidades Saneadas”. Ribeirão Preto, Buritis e Niterói são apenas três entre vários exemplos de cidades que atingiram esse perfil no saneamento, a partir da parceria com a iniciativa privada.

Durante o evento, o presidente do SINDCON, Alexandre Lopes, explicou que o Sindicato e a ABCON entendem a “Cidade Saneada” como aquela que possui um compromisso para a prestação dos serviços públicos de abastecimento de água e esgotamento sanitário. E que o objetivo fundamental é atribuir um significado real, prático, um parâmetro para entender o problema e incentivar o rompimento do atual ciclo de ausência de serviços públicos de abastecimento de água e esgotamento sanitário na maior parte do Brasil.

Alexandre ressaltou que a iniciativa privada tem o firme propósito de cooperar com o poder público, e que está claro que saneamento não são apenas as obras, mas sim uma a equação ideal de boa gestão na prestação dos serviços, obras e tecnologia. “O direito humano à água e ao esgotamento sanitário é um direito inalienável do cidadão, que deve ser tirado do papel para ser colocado definitivamente na vida das pessoas”, acrescentou o presidente do SINDCON.