O trabalho para redução do índice de perdas em Sumaré é realizado de forma contínua pela BRK, empresa responsável pelos serviços de água e esgoto da cidade. O indicador fechou 2021 em 34,91% – menor média anual desde o início da concessão em 2015, quando esse índice era de 60%. Em 2020, o valor foi de 36,56%.

O índice vem caindo ano a ano graças ao trabalho realizado pela BRK no município. Com a redução para 34,91% em 2021, mais de 491,8 milhões de litros de água foram preservados. Com esse volume é possível abastecer cerca de 6 mil pessoas por um ano. Ao comparar 2015 com 2021, o volume preservado é de mais de 6,7 bilhões de litros, suficientes para abastecer cerca de 92 mil pessoas por um ano.

Essa redução é resultado do trabalho contínuo que a concessionária realiza na cidade. Entre as principais ações executadas em 2021 estão: 1936 ligações de água substituídas, 8,4 quilômetros de redes substituídas, cinco macromedidores instalados, 21 descargas preventivas hidrometradas, quatro hidrantes hidrometrados, duas novas válvulas reguladoras de pressão e equipes trabalhando em horários especiais, possibilitando a redução no tempo de atendimento de vazamentos.

A empresa também executa um trabalho importante para localizar vazamentos não-visíveis, com equipe noturna, por meio do hasteamento das redes. Em 2021, foram 1.127,62 quilômetros de redes hasteadas, além de 843 vazamentos não visíveis identificados e reparados. Outra ação importante é a setorização do abastecimento de água que consiste em designar redes especificas para abastecer cada região da cidade, permitindo a gestão e controle na distribuição. Com isso, a identificação dos vazamentos de água se torna mais ágil. Em 2021, foram criados quatro novos setores na cidade.

“O principal objetivo dessas ações é termos maior disponibilidade de água para a população de Sumaré e permitir o crescimento ordenado do município, diminuindo o impacto ambiental na captação e prestando assim um serviço de qualidade para a cidade. Ações que reduzam as perdas distribuídas de água vão ocorrer durante toda a concessão, uma vez que essa é uma atividade rotineira e contínua”, explica Rodrigo Zangirolami, gerente de operações da BRK em Sumaré.

O trabalho realizado pela empresa foi reconhecido no Prêmio Nacional de Sustentabilidade, realizado pela ABCON/SINDCON. A BRK ficou entre os cincos melhores projetos na categoria Proteção e Restauração de Ecossistemas com o projeto “Redução de Perdas de Água no município de Sumaré”.

“Em um ano em que vivemos uma grave crise hídrica em muitas regiões do país, é de extrema importância que ações que contribuam para a redução das perdas sejam valorizadas, reconhecidas e disseminadas”, comenta o gerente.

Em 2022, a concessionária vai prosseguir com o trabalho para redução do índice de perdas no município. Entre as principais ações para este ano estão a substituição de 12,9 quilômetros de redes e de cerca de 3870 ligações, instalação de dois macromedidores, hidrometração de cinco descargas preventivas e quatro hidrantes, além da criação de quatro novos setores de abastecimento